quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Cachorros esperam morador de rua na porta de hospital


Uma cena flagrada pela enfermeira Ana Cristina Mamprim, no Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul (SC), vem comovendo muita gente na Internet. No último domingo, enquanto um morador de rua era atendido no local, seus quatro cachorros ficaram na porta da recepção esperando ele ter alta. Ana publicou uma foto dos animais na sua página do Facebook contando a história e, desde então, o post já chegou a 116 mil curtidas e mais de 70 mil compartilhamentos.
“Uma pessoa simples, sem luxo, que depende da ajuda para vencer a fome, o frio, as dores, as maldades do mundo, tem ao seu lado os melhores companheiros. A troca é recíproca. Troca de amor, carinho, calor, compreensão”, afirmou no post.
Segundo ela, o paciente lhe confessou que às vezes deixa até de comer para alimentar os cachorrinhos.
“Não sei como é a vida dele, por que está na rua, e nem quero saber e julgá-lo, mas admiro o respeito e amor que ele tem pelos seus bichinhos. Vê-los assim, esperando na porta, só mostra o quanto eles são bem cuidados e amados”, elogiou Ana Cristina.
Os internautas concordaram com a enfermeira:
“Este morador de rua tem um grande coração. Que Deus abençoe ele todos os dias de sua vida!!”, comentou uma pessoa no post.
“É uma pena que muita gente não entende que o animalzinho nada pede em troca a não ser dar é receber amor!”, disse outra.
“Que coisa linda! Esse é o verdadeiro amor”, afirmou uma terceira pessoa. O Dia

Caso Beatriz: justiça pede prisão preventiva de funcionário da escola


Decisão deve ser cumprida até a próxima quinta-feira (13) / Isa Maria/ TV Jornal

JC Online

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decretou a prisão preventiva de Alisson Henrique Carvalho, ex-prestador de serviço do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, onde a menina Beatriz Mota foi encontrada morta. De acordo com informações da assessoria do TJPE, é suspeito de apagar as imagens registradas pelas câmeras de segurança da instituição de ensino no dia do crime. O mandado deve ser cumprido até esta quinta-feira (13)
Após oficialização do resultado da audiência, a mãe de Beatriz, Lúcia Mota, passou mal e chegou a desmaiar.

Audiência

Um protesto em frente ao prédio do TJPE, organizado por amigos e parentes de Beatriz Mota, acontecia durante sessão do pleno que julgava o recurso impenetrado pelo MPPE contra decisão anterior de negativa de prisão de Alisson. O recurso foi colocado contra a decisão da juíza Elaine Brandão.

Relembre o caso

Beatriz Mota tinha 7 anos quando foi brutalmente assassinada. Seu corpo foi encontrado em 10 de dezembro de 2015, com marcas de mais de quarenta facadas. A menina sumiu durante festa na instituição de ensino em que estudava, a Escola Maria Auxiliadora de Petrolina. As motivações do crime ainda não foram esclarecidas e Alisson é o primeiro suspeito a ter prisão preventiva decretada.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Colisão entre três veículos deixa 3 mortos e 11 feridos na Serra das Russas


O Corpo de Bombeiros se encontra no local prestando socorro às vítimas / Foto: Divulgação/PRF

Foto: Divulgação/PRF
JC
Uma colisão envolvendo um caminhão, um ônibus e um carro de passeio deixou três mortos e onze feridos na BR-232, na Serra das Russas, em Pombos, Zona da Mata do Estado, na noite dessa segunda-feira (11). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu no quilômetro 64, na divisa entre a cidade e o município de Gravatá, já no Agreste de Pernambuco.
Segundo a PRF, o ônibus levava 54 passageiros de volta a Olinda, no Grande Recife, quando o motorista do coletivo teria perdido o controle da direção, o que o levou a bater em um carro e depois colidir com caminhão. Os ocupantes do coletivo tinham ido comprar roupas no polo de confecção de Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste.
Das pessoas que morreram no local, uma delas foi o condutor do ônibus. As outras duas vítimas foram passageiras do coletivo, sendo uma adolescente e uma mulher grávida de seis meses.

Feridos

A PRF informou que, até às 7h18 da terça (11), os feridos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Eles foram encaminhados para o Hospital João Murilo de Oliveira, em Vitória de Santo Antão, também na Zona da Mata, e o Hospital da Restauração, na área central do Recife.

As identificações e idades das vítimas não foram divulgadas. O Corpo de Bombeiros esteve no local prestando socorro às outras vítimas. Ainda segundo a PRF, o número de feridos pode aumentar.
Várias passageiros do ônibus tiveram escoriações pelo corpo mas foram atendidas e liberadas pelo Samu ainda no local.

Interdição

Por volta das 19h20, ocorreu uma interdição total na rodovia no sentido Recife. De acordo com a PRF, a via foi totalmente liberada perto das 23h30.
Até o momento, não há informações sobre as causas do acidente. Testemunhas informaram que o ônibus teria perdido os freios e isso teria ocasionado a perda do controle por parte do condutor.
Ainda segundo os populares, o coletivo não chegou a cair na ribanceira de cerca de 300 metros de altura pois o motorista puxou o veículo em direção a uma espécie de barreira.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Homens são presos após casos de violência doméstica no interior do Estado


Os agressores foi detidos com base na Lei Maria da Penha, que pune homens que agridam mulheres / Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Foto: Diego Nigro/JC Imagem
JC Online

Na madrugada desta segunda-feira (10), um homem de 36 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) após agredir a esposa na cidade de Ouricuri, Sertão de Pernambuco. Segundo a PM, a prisão aconteceu após a polícia receber uma denúncia de agressão doméstica.


No local, uma equipe do 7º Batalhão da PM constatou agressão após notar diversas lesões na mulher de 21 anos. Agressor e vítima foram levados para delegacia da cidade, onde foram tomadas as devidas medidas legais

Outro caso

Já no Agreste do Estado, um homem de 26 anos foi preso em flagrante por policiais militares da 8ª Companhia Independente da PM, após agredir a companheira, de 41 anos. De acordo com a PM, a mulher foi ferida no rosto pelo marido. O caso aconteceu na Travessa São José, em Pesqueira.
À PM, a vítima disse que o homem usou as próprias mãos para machucá-la, após uma discussão entre o casal. O homem foi autuado em flagrante com base na Lei Maria da Penha, que protege mulheres em casos de violência doméstica.