terça-feira, 22 de setembro de 2020

GENTE TEM VÍDEO NOVO NO CANAL

Galera Mais um Vídeo Novo No Canal do Girleno Veras Vamos compartilhar, se escrever e quem gostar deixa seu like

PRÉ CANDIDATA A PREFEITA DE SOLIDÃO CIDA OLIVEIRA PODE TER REGISTRO DE CANDIDATURA IMPUGNADO


 A Promotoria Eleitoral da 98ª Zona de Carnaíba-PE, propôs ação de impugnação ao registro da candidatura de Maria Aparecida Vicente Oliveira Caldas, a Cida Oliveira, pré-candidata a Prefeitura de Solidão. 

Segundo a promotoria, a pré-candidata o deferimento do pedido de registro da candidatura é impossível tendo em vista que ela se enquadra na hipótese prevista no art. 1º, I, g, da Lei Complementar n. 64/90, com redação dada pela Lei Complementar nº 135/2010, segundo o qual são inelegíveis ‘os que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário, para as eleições que se realizarem nos 8 (oito) anos seguintes, contados a partir da data da decisão, aplicando-se o disposto no inciso II do art. 71 da Constituição Federal, a todos os ordenadores de despesa, sem exclusão de mandatários que houverem agido nessa condição’”. 

“Das irregularidades apontadas e do inteiro teor das decisões listadas, observa-se que a impugnada, na qualidade de gestora, cometeu faltas graves e que, em tese, configuram ato doloso de improbidade administrativa”, destaca a promotora Adriana Cecilia Lordelo Wludarski, que assina o pedido de impugnação. Leia aqui a íntegra do pedido.     

Por Nill Júnior 

Vídeo mostra troca de tiros entre policial penal e major em Boa Viagem

Foto: Tarciso Augusto/ DP
 Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que o policial penal Ricardo de Queiroz Costa, 40, e o major José Dinamérico Barbosa da Silva Filho, 49 trocam tiros em um bar localizado na Rua Professor José Brandão, bairro de Boa Viagem, zona sul do Recife, no último dia 6.


As imagens de circuito de segurança mostram o momento em que o policial penal, de camisa verde, se levanta segura a arma. No mesmo instante, o major atira, enquanto o policial tenta se proteger atrás de uma coluna. Ao perceberem a cena, os clientes do bar se desesperam e correm. Na sequência, o policial sai do local.

A troca de tiros deixou três mortos e quatro feridos. O corretor de imóveis Ekel de Castro Pires, 64, morreu no local. Já o empresário Claudio Bandeira de Melo Sobrinho, 57, e George Mauro Vasconcelos, 70, faleceram depois de ficar internados no Hospital da Restauração. Além dos dois envolvidos, outras duas pessoas também ficaram feridas. Elas foram levadas a hospitais particulares e já receberam alta. 

Tanto o policial quanto o major foram autuados em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio, e tiveram as prisões preventivas decretadas pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) no último dia 7. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Informações sobre o caso só serão divulgadas após o fim do inquérito.Diário de PE

 

Alerta
O vídeo a seguir contém cenas fortes: 


segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Estátua de Ariano Suassuna é alvo de vandalismo, no Recife

 

Foto: Elvys Lopes/TV Globo
A estátua do escritor Ariano Suassuna, localizada na Rua da Aurora, região central do Recife, apareceu quebrada na altura das pernas e caída no chão, nesta segunda-feira (21). A Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) informou que a escultura foi depredada e que equipes verificam a extensão dos danos para providenciar o reparo.

O monumento de 1,8 metro foi feito pelo artistas plástico Demétrio Albuquerque e inaugurada em 2017. A obra foi instalada em frente ao Teatro do Arraial Ariano Suassuna, na Rua da Aurora, reinaugurado quando ele era Secretário de Cultura.A escultura faz parte do Circuito da Poesia do Recife, criado para perpetuar o legado de personalidades ligadas à arte em Pernambuco.

Além da obra em homenagem a Ariano, o circuito tem monumentos de artistas como os poetas Manuel Bandeira e João Cabral de Melo Neto, os músicos Chico Science, Luiz Gonzaga e o compositor Capiba.

As estátuas do Circuito da Poesia também foram alvos de vandalismo em março de 2020. Na data, a estátua de Ariano Suassuna teve o nariz quebrado e a de João Cabral de Melo Neto teve o nariz e parte do queixo quebrados, além das placas de identificação pichadas.

De acordo com a Emlurb, são gastos aproximadamente R$ 2 milhões por ano em recuperação de monumentos, pontes e edificações que sofrem com atos de vandalismo. O número para fazer denúncias é o 156.Do G1 PE