quarta-feira, 16 de junho de 2021

Lázaro Barbosa, suspeito de chacina em Ceilândia: veja crimes, fuga cinematográfica e buscas em Goiás

Fotos de Lázaro Barbosa divulgadas pela Polícia Civil — Foto: Montagem G1

 Lázaro Barbosa, de 32 anos, suspeito de matar uma família em Ceilândia, no Entorno do Distrito Federal, e fugir para a região de Cocalzinho de Goiás, tem uma extensa ficha criminal. De acordo com informações divulgadas pelas secretarias de Segurança Pública de Goiás, Bahia e DF, o homem fugiu três vezes da prisão e é acusado de diversos crimes .

Mais de 200 policiais procuram por ele. O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, informou que o criminoso é "psicopata" e tem facilidade de se esconder por ser mateiro e caçador.

Veja a cronologia, segundo a polícia:

  • 2007: Lázaro Barbosa foi preso em Barra dos Mendes, na Bahia, acusado de duplo homicídio. Secretaria de Segurança Pública diz que ele fugiu cerca de 10 dias após a prisão e é considerado foragido desde então.
  • 2009: Criminoso foi preso no Complexo Penitenciário da Papuda (CPP), em Brasília, por suspeita de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.
  • 2013: Laudo psicológico feito na Papuda descreve Lázaro como “psicopata imprevisível”, com comportamento agressivo, impulsivo, instabilidade emocional e falta de controle e equilíbrio.
  • Março de 2014: Prisão de Lázaro foi convertida para regime semiaberto.
  • 2016: Ele fugiu da Papuda.
  • 2018: Lázaro foi preso em Águas Lindas de Goiás, em cumprimento de três mandados de prisão por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, roubo e estupro;
  • 23 de julho de 2018: Lázaro fugiu de Águas Lindas de Goiás.
  • 8 de abril de 2020: Ele invadiu uma chácara em Santo Antônio do Descoberto, em Goiás, e golpeou um idoso com um machado, sendo indiciado pelos crimes de roubo mediante restrição da liberdade das vítimas e emprego de arma branca e por tentativa de latrocínio.
  • 26 de abril de 2021: Lázaro invadiu uma casa no Sol Nascente (DF), quando trancou pai e filho no quarto e levou a mulher para um matagal e a estuprou.
  • 17 de maio de 2021: Ele fez uma família refém na mesma região, ameaçando os moradores com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas ficarem nuas e, das 19h até meia-noite, prendeu os homens no quarto e as mulheres tiveram que cozinhar e servir um jantar para ele.
  • 9 de junho de 2021: Lázaro invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos.
  • 9 de junho de 2021: Roubou uma chácara em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.

Coronel Que Comandava PM é Transferido Para Reserva Remunerada

 

Comandante da PM de Pernambuco, coronel Vanildo Maranhão, pediu exoneração, segundo o governo do estado, e deixa o cargo — Foto: Reprodução/TV Globo

O coronel da Polícia Militar de Pernambuco Vanildo Maranhão foi transferido, nesta terça (15), para a reserva remunerada. O oficial era o comandante-geral da PM no dia 29 de maio, quando ocorreu ação violenta contra manifestantes que faziam um ato pacífico contra Jair Bolsonaro (sem partido), no Recife. Ele deixou o cargo em 1º de junho e, segundo o governo, pediu exoneração.

A repressão ao protesto realizado no Centro da capital pernambucana deixou dois homens gravemente feridos.

O adesivador de táxis Daniel Campelo, de 51 anos, e o arrumador de contêineres Jonas Correia, de 29 anos, perderam parte da visão. A vereadora Liana Cirne (PT) levou jato de spray no rosto.

Além de Vanildo Maranhão, o governo aceitou a exoneração do então secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua. Até agora, 16 PMs foram afastados das ruas. Três deles são oficiais e foram identificados.

A transferência para a reserva remunerada de Vanildo Maranhão foi publicada no Diário Oficial de Pernambuco nesta terça. A determinação, no entanto, é retroativa ao dia 2 de junho. Ou seja, um dia depois da exoneração. G1 PE

Brasil ultrapassa 490 mil mortes por Covid-19

 

Foto: Jarbas Oliveira/AFP

O Brasil ultrapassou a marca das 490 mil mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde registraram 2.468 novos óbitos em decorrência da doença. Com isso, o número de pessoas que não resistiram à pandemia chegou a 490.696. 


Ainda há 3.852 falecimentos em investigação. O termo é empregado pelas autoridades de saúde para designar casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta terça-feira (15). O balanço é organizado a partir das informações sobre casos e mortes levantadas pelas secretarias estaduais de saúde. Não foram computados os dados sobre o Rio Grande do Sul.

O total de pessoas infectadas desde o início da pandemia alcançou 17.533.221. Entre ontem e hoje, foram confirmados 80.609 novos casos.  O país tem ainda 1.097.879 casos ativos, em acompanhamento. O número de pessoas que foram infectadas mas se recuperaram desde o início da pandemia é de 15.944.646. Isso corresponde a 90,9% do total dos infectados pelo vírus.

Os números são em geral mais baixos aos domingos e segundas-feiras em razão da menor quantidade de funcionários das equipes de saúde para realizar a alimentação dos dados. Já às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pelo envio dos dados acumulados.

Estados
O ranking de estados com mais mortes pela Covid-19 é liderado por São Paulo (119.110). Em seguida vêm Rio de Janeiro (53.242), Minas Gerais (43.206) e Rio Grande do Sul (29.701), que não atualizou os dados nesta terça-feira. Já na parte de baixo da lista, com menos vidas perdidas para a pandemia, estão Roraima (1.680), Acre (1.721), Amapá (1.778), Tocantins (3.042) e Alagoas (5.038).

Vacinação
Até o momento, foram entregues a estados e municípios 105,3 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Deste total, foram aplicadas 80,2 milhões de doses, sendo 56,4 milhões da 1ª dose e 23,7 milhões da 2ª dose. Diário de PE

terça-feira, 15 de junho de 2021

Irmão Tira a Vida da Própria Imã Em Tabira , Tiro Pode Ter Sido Acidental


 Informações dão conta que  um homicídio aconteceu no inicio da noite na cidade de Tabira,  de acordo com informações, um homem tirou a vida da própria irmã com uma arma de fogo. O jovem de 23 anos atirou e atingiu a irmã, de 20 anos, no peito. Os dois estavam em casa e o irmão começou a manusear a arma quando ocorreu o disparo de forma acidental. O caso foi registrado na noite desta terça-feira, dia 15 de junho,

O crime aconteceu na COHAB e por enquanto não há muitos detalhes  sobre o nome da vítima e de seu irmão. Tudo indica que o crime foi acidental. De acordo com informações, o irmão estava manuseando a arma com a irmã e o tiro foi acidental.  Mais esse informação ainda  não foi confirmada. Com informações do Afogados Conectado